All for Joomla All for Webmasters

A Procter & Gamble Company (P&G) acaba de anunciar metas de sustentabilidade ainda mais ambiciosas para proporcionar impactos positivos no ambiente e na sociedade ao redor do mundo. A empresa já havia estabelecido objetivos para 2020,  mas já alcançou quase todos e planeja atingir o restante ao mesmo tempo em que estabelece novas metas de amplo alcance para 2030. Essas são chamadas de Ambição 2030 e irão possibilitar impactos positivos no ambiente e na sociedade e, com isso, a empresa pretende agregar valor às suas marcas e aos seus clientes.

A P&G mantém operações em cerca de 70 países no mundo todo. No Brasil está há quase 30 anos e é um conglomerado de marcas importantes e diversas, como Gillete, Duracell, Hipoglós, Wella e Head & Shoulders, Pampers, Oral-B, Metamucil, Vick, entre outras com forte presença no varejo farmacêutico brasileiro.

“Acreditamos que a P&G possa ser uma força a favor do bem e do crescimento, e assim faremos uma abordagem mais deliberada para agradar aos clientes enquanto possibilitamos o consumo responsável”, disse o presidente e diretor-Executivo da P&G, David Taylor.

Para  ele, os clientes esperam que as marcas nas quais confiam ofereçam um desempenho superior e também ajudem a resolver alguns dos desafios mais complexos enfrentados por nosso mundo. “Nosso alcance global, nossa compreensão dos cinco bilhões de clientes que atendemos e nossas capacidades de inovação nos dão uma habilidade única de fazer uma diferença positiva”, ressalta Taylor.

 

As metas da Ambição 2030 da P&G incluem:

  • Marcas: as 20 marcas líderes da P&G, incluindo Always, Ariel, Dawn, Fairy, Febreze, Head & Shoulders, Pantene, Pampers e Tide, possibilitarão e inspirarão o consumo responsável por meio de embalagens 100% recicláveis ou reutilizáveis, lançando inovações mais sustentáveis e construindo a confiança mediante a transparência e o compartilhamento de nossa ciência sólida.
  • Cadeia de fornecimento: os locais de fabricação da P&G reduzirão a emissão de gases do efeito estufa pela metade e comprarão eletricidade renovável suficiente para manter 100% das suas plantas. A empresa também obterá pelo menos 5 bilhões de litros de água de fontes circulares.
  • Sociedade: a P&G continuará a criar parcerias transformadoras que possibilitam que as pessoas, o planeta e nossos negócios prosperem, incluindo os que estancam o fluxo de plástico nos oceanos, protegem e expandem florestas, ampliam soluções de reciclagem para produtos de higiene absorventes e protegem a água em bacias prioritárias em todo o mundo.
  • Funcionários: a P&G envolverá, equipará e recompensará funcionários que construírem pensamentos e práticas sustentáveis em seu trabalho diário. Recompensará o progresso e integrará o reconhecimento nas avaliações de desempenho.

METAS JÁ ATINGIDAS

Com base em seu legado de liderança ambiental, a P&G já alcançou muitas de suas metas de sustentabilidade para 2020 em suas áreas de foco em clima (redução das emissões absolutas de gases do efeito estufa em 16% desde 2010), água (redução do uso de água em instalações de fabricação em 27% desde 2010) e resíduos (alcançou uma meta de zero resíduos de fabricação para aterros em mais de 80% dos locais de fabricação).

O impacto do progresso da empresa pode ser visto mediante marcas e geografias, incluindo produtos como o Tide Purclean que contam com ingredientes de base biológica e Head & Shoulders que usa plásticos encontrados em praias nas embalagens; alterações de fabricação que abastecem as plantas com eletricidade eólica e vapor de biomassa; e inovações em pesquisa que transformarão a capacidade de reciclagem de toneladas de plástico a cada ano, beneficiando indústrias inteiras muito além do alcance da P&G. Este progresso é ainda mais detalhado no Relatório de Cidadania 2017 da empresa.

“Com base em nosso progresso até o momento, nossas metas de 2030 buscam lidar com dois dos desafios ambientais mais urgentes do mundo: recursos finitos e o crescimento do consumo”, disse a vice-presidente de Sustentabilidade Global da P&G, Virginie Helias. Ela afirma reconhecer que a P&G sozinha não tem todas as respostas. Será preciso criar parcerias e cooperações para que se faça um progresso significativo e que suas marcas desenvolvam inovações para avançar ainda mais no consumo responsável.

De acordo com o presidente e diretor Executivo do Conselho Mundial de Negócios para o Desenvolvimento Sustentável, Peter Bakker, a P&G tem sido líder no direcionamento do desenvolvimento sustentável. “Sua estratégia está alinhada com nossa crença de que os negócios terão mais sucesso se forem mais sustentáveis. Aplaudimos a estrutura da Ambição 2030, que tem o potencial de impulsionar um impacto global positivo para acionistas, o ambiente e a sociedade”.

Sobre a Abordagem à Cidadania da P&G

A Sustentabilidade Ambiental é uma das áreas de foco em Cidadania da P&G, junto com Ética e Responsabilidade Corporativa, Impacto na Comunidade, Igualdade de Gênero e Diversidade e Inclusão. Os programas de Cidadania da Empresa apoiam as Metas de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para acabar com a pobreza, proteger o planeta e garantir prosperidade para todos. Para obter mais informações sobre os esforços de Cidadania da P&G, leia o Relatório de Cidadania 2017 da P&G aqui.

.

 

Deixe seu comentário