All for Joomla All for Webmasters

Em novembro de 2017  houve crescimento de 10,8% nas vendas de medicamentos e não medicamentos (HPC) na comparação com o mesmo período de 2016, segundo a Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan), entidade que reúne 146 empresas distribuidoras de medicamentos e produtos de higiene pessoal e cosméticos. As vendas totalizaram R$ 440,3 milhões, contra R$ 397,5 milhões do ano passado. Em unidades, o aumento foi de 6%, totalizando 82,2 milhões. Os dados foram apurados em pesquisa pela IQVIA, empresa que é fruto da fusão entre IMS Health e Quintiles, a pedido da Abradilan.

De janeiro a novembro de 2017, no canal de distribuição, os associados da Abradilan totalizaram R$ 4,8 bilhões em vendas, 9,2% mais do que os R$ 4,4 bilhões registrados anteriormente em 2016. Foram comercializadas pela Abradilan 926,4 milhões de unidades de medicamentos e não medicamentos no período, um aumento de 5,5% em relação a 2016, quando foram distribuídas 878 milhões de unidades pelo mercado.  Segundo o presidente da Abradilan, Juliano Vinhal, esses resultados mostram o crescimento do setor e a importância dos distribuidores da Abradilan, presentes em 95% dos municípios brasileiros, em 23 Estados.

No acumulado dos últimos 12 meses, as vendas chegaram a 1 bilhão de unidades comercializadas em todo o País, totalizando um aumento de 5,4% na comparação com o mesmo período de 2016, que teve a marca de 955 milhões de unidades. Já em valores, as vendas atingiram a marca de R$ 5,2 bilhões, um aumento de 9,4% em relação a 2016, quando chegou a R$ 4,7 bilhões.

 

 

Deixe seu comentário