All for Joomla All for Webmasters

É certo que o mercado tem altos e baixos, e que nem sempre as vendas vão bem. Porém, é preciso ficar atento a períodos anormais de baixa, nos quais o problema nem sempre são os preços altos ou a falta de promoções. Pequenas falhas internas podem se tornar grandes problemas orçamentários e é imprescindível corrigir os entraves das vendas o quanto antes. “Pretendemos apontar quatro erros comuns de contabilidade para farmácias que podem prejudicar gravemente as suas vendas”, afirma o CEO da Canella e Santos – Contabilidade para Farmácias, Levi Canella.

1 – Negligência na disposição das mercadorias 

Sempre que um cliente adentra um estabelecimento, ele é assaltado por diversas mensagens identificadas pela visão, o olfato, a audição e tato. Um ambiente climatizado, sem cheiros fortes e com as mercadorias organizadas de forma inteligente nas prateleiras é um convite quase irresistível ao consumo. O cliente precisa gostar de estar dentro da farmácia para assim se sentir disposto a conferir o que há em termos de cosméticos e outros produtos, além dos medicamentos propriamente ditos. Prateleiras incompletas e sem organização tornam difícil a procura por determinados produtos, sugerem amadorismo, escassez e abalam a credibilidade da farmácia.

2 – Equipe sem treinamento e desmotivada

A questão do atendimento na farmácia sempre será um grande desafio para qualquer empresário desse setor. Clientes mal atendidos não pensarão duas vezes em se fidelizar na concorrência e, por essa razão, é preciso ter bom senso na hora de treinar a equipe e cobrar resultados. Clientes que se automedicam não possuem, de um modo geral, amplo conhecimento a respeito dos medicamentos e da sua composição. Por isso, não é recomendável encarregar colaboradores despreparados para funções que envolvem manipulação de medicamentos, fornecimento de informações e outras. Além disso, é importante também que os colaboradores encarregados das vendas estejam bem informados a respeito de tudo o que é comercializado dentro da farmácia. Conceder prêmios, folgas, promoções e bônus, sempre que possível, é fundamental para que a equipe se sinta motivada e sempre disposta a vender mais, melhor e de boa vontade.

3 – Falta de conhecimento em fundamentos de gestão e contabilidade

Se você está à frente do negócio e carece de informações sobre como gerenciar sua farmácia, não pense duas vezes antes de contratar uma empresa ou profissional especializado em assessoria empresarial para farmácias e drogarias. Contar desde o início com a ajuda de alguém capacitado e experiente ajuda a evitar gastos desnecessários e falhas que geram prejuízo, tanto em curto como em longo prazos. Esse profissional saberá indicar exatamente onde está o entrave de suas vendas e traçará um plano estratégico eficiente para combater o problema.

4 – Poucos serviços à disposição

Quanto mais pessoas frequentarem a sua farmácia, tanto melhor: mais referências poderão ser passadas a outros possíveis clientes e mais se falará a respeito do seu negócio. É de extrema importância que o nome da sua farmácia esteja sempre na mente dos seus clientes e das pessoas que moram nas proximidades. Por essa razão, ofertar o máximo de serviços possíveis é fundamental para alavancar as vendas. Aferição de pressão, balança disponível e gratuita e teste de glicemia são alguns exemplos de serviços que contribuem para aumentar o fluxo de clientes nas farmácias. É interessante que alguns desses serviços sejam gratuitos.

Deixe seu comentário